fake news

Como Passar Credibilidade em Tempos de Fake News?

Fake news se tornou uma verdadeira epidemia global — e virtual, majoritariamente. Por exemplo: durante a pandemia, sete em cada dez brasileiros receberam ou compartilharam notícias falsas sobre assuntos relacionados direta ou indiretamente com a Covid-19.

No geral, 55% dos brasileiros compartilharam fake news mesmo sem saber. Isso afeta não apenas a base de conhecimento da sociedade, mas influencia os portais de notícias.

Afinal de contas, como ter (e sustentar) sua credibilidade em um mundo cada vez mais refém das fake news? É sobre isso, justamente, que vamos falar ao longo deste conteúdo. Confira!

O que são Fake News?

Engana-se quem acredita que basta um portal de notícias responsivo, presença digital e um design descolado. Lidar com um conteúdo relevante e verdadeiro é fundamental para reter a sua audiência e valorizar continuamente a sua marca.

Para tanto, as fake news devem ser combatidas vigorosamente. E o que são?

Traduzindo o termo de maneira literal, fake news significa notícias falsas. Elas podem vir com objetivos distintos, mas são elaboradas para gerar divergências, desinformação e iludir as pessoas.

Bom exemplo disso aconteceu em uma recente eleição na Rússia, e as fake news também têm pipocado com força nos cenários políticos dos EUA, Brasil e de outras partes do mundo.

No entanto, essa prática não é exclusividade da política. Justamente por isso, cabe aos responsáveis pela produção de notícias mais responsabilidade, cuidado e foco no combate às mentiras compartilhadas on-line — e que, inclusive, tendem a se espalhar até seis vezes mais rápido do que notícias verídicas.

Como Passar mais Credibilidade em Tempos de Fake News?

Portais com credibilidade conseguem engajar mais a audiência e se tornam referência por quem procura por fatos, e não mentiras. Isso, somado a outras estratégias para desenvolver um portal de notícias, é necessário para gerar resultados continuamente melhores.

Por onde começar, então? Separamos algumas dicas para combater as fake news!

Consulte Fontes Confiáveis

O jornalismo investigativo faz um trabalho bastante sério com o objetivo de levantar dados e apurar informações. Sendo assim, fique de olho nas estatísticas e números que muitas vezes acompanham as supostas atualidades.

Costumeiramente, em meios de comunicação mais sérios, esse tipo de informação vem atrelado a uma fonte confiável, como institutos de pesquisa e afins. Se possível, consulte também a reputação do veículo responsável pela divulgação. Algumas páginas, por exemplo, tradicionalmente criam fake news para fazer humor

Esse costuma ser um dos pilares do bom jornalismo desde o primórdio: fontes confiáveis que podem render credibilidade ao que está sendo compartilhado — e ao que vai ser compartilhado, posteriormente, com o público.

Um exemplo: é possível consultar qualquer cidadão para opinar a respeito do coronavírus, mas uma autoridade credenciada (como um médico infectologista) pode oferecer uma perspectiva clara e científica para esclarecer novidades sobre o assunto.

Cheque as informações obtidas

Ainda com relação às fontes — o que também vale para qualquer informação obtida —, é importante checar e confirmar os dados recebidos.

Por exemplo: sua fonte afirma que o percentual de fome no país aumentou 1000% nos últimos dois anos? Faça, então, um trabalho investigativo para corroborar ou refutar aquele dado.

Isso garante que o seu portal de notícias verifique todas as informações e compartilhe somente aquilo que é verdadeiro.

Use conteúdo multimídia para comprovar os fatos

Experimente usar imagens e vídeos para complementar o que foi compartilhado em texto. Essa diversidade ajuda a ilustrar melhor as notícias, mas serve de comprovação ao que está sendo dito.

Sem falar que muitas fake news vêm de imagens editadas. Com isso, checar a fonte desse conteúdo visual é uma forma eficiente de combater as mentiras e construir notícias verdadeiras e blindadas contra as fake news.

Atenção ao uso das redes sociais

É comum, hoje em dia, encontrar novas histórias e pautas por meio das redes sociais. Mas atenção porque esses locais também são férteis para a criação e disseminação das fake news.

Lembre-se das dicas anteriores: cheque, exaustivamente, a fonte e a origem das informações obtidas. Isso vai servir como um potente filtro para descartar o que é inverdade e o que, de fato, vai agregar valor para a sua audiência.

Cuidado com as manchetes genéricas

Evite conteúdos genéricos. Eles podem ser usados como um chamariz para gerar clique na notícia, mas a imprecisão no artigo (desde a manchete à sua conclusão) impacta diretamente a sua credibilidade.

Portanto, evite termos sensacionalistas e preze pelo básico do bom jornalismo: objetividade, valor, precisão e veracidade nas informações. Isso vai promover a sua reputação, causar uma excelente experiência para o usuário e trazer mais resultados para o desenvolvimento da sua marca.

No mais, o combate à fake news reside na profissionalização e transformação digital do seu negócio. E podemos ajudar você a construir um portal de notícias alinhado às melhores práticas em tecnologia para esse nicho do mercado.

Para saber mais a respeito, entre em contato e consulte um de nossos especialistas sobre as soluções personalizadas da Aspin para o portal de notícias e informação!

Share this Post

Deixe uma resposta